quarta-feira, 29 de junho de 2016

Moradores do Riacho Fundo II se preparam para receber a Roda de Conversa






Na noite desta segunda-feira (28), a administração do Riacho Fundo II esteve participando pela segunda vez da reunião com lideranças e movimentos sociais da cidade. O objetivo foi explicar o que é a Roda de Conversa, utilizando recursos tecnológicos a equipe da Governadoria comentou sobre a metodologia da roda. o programa vai ocorrer no Riacho Fundo II, no próximo dia 14 de julho e conta com a participação da população. A reunião de preparação aconteceu na sala de vídeo do CEF 01.


O administrador Vicemar Medeiros disse que esta é a oportunidade da comunidade "jogar na mesa" a carência que o Riacho Fundo II têm há 21 anos. " Agradeço a presença de todos vocês nessa reunião! Vamos divulgar, distribuir panfletos, fixar cartazes e ser multiplicadores dessa Roda de Conversa para incentivar a participação de todos ", enfatizou.

terça-feira, 21 de junho de 2016

Biblioteca do Riacho Fundo II recebe dezenas de alunos todos os dias




A biblioteca suja, desorganizada e desativada deu lugar a um ambiente limpo e atrativo para se concentrar nos estudos. Após receber várias reclamações de moradores, a biblioteca que fica na divisão de obras da Administração Regional do Riacho Fundo II, em frente a QN 15 já está recebendo dezenas de estudantes da comunidade.

A responsável pela biblioteca comunitária do Riacho Fundo II, Selda Gomes, afirmou que o espaço fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8 h da manhã até às 18h. “ Não fechamos no horário do almoço, a biblioteca recebe inúmeros alunos de colégios particulares, da rede pública, universitários e até concurseiros. Aqui eles podem encontrar diversos livros didáticos”, explicou.

O administrador do Riacho Fundo II, Vicemar Medeiros, ressaltou que essa biblioteca é provisória. “A comunidade merece e terá uma biblioteca digital com os mais modernos equipamentos tecnológicos. O projeto já está sendo executado e a previsão é que em breve  teremos a nossa biblioteca”, disse.

terça-feira, 14 de junho de 2016

Em reunião com o Presidente do Tribunal de Contas do DF, ABBP toma conhecimento sobre a análise das contas do Governo de Brasília




O presidente do Tribunal de Contas do DF, conselheiro Renato Rainha, recebeu na última sexta-feira membros da Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política (ABBP) para um café da tarde. O bate papo girou em torno de temas como a análise das Contas de Governo, as auditorias realizadas pelo TCDF e a capacitação de fiscais sociais promovida pela Escola de Contas da Corte. 


O presidente do Tribunal abriu o encontro falando sobre a importância de capacitar as lideranças comunitárias e outros representantes da sociedade civil para um controle social mais efetivo sobre a aplicação do dinheiro público. Ele falou sobre os cursos promovidos pela Escola de Contas Públicas do TCDF, que inaugura sua sede própria nesta segunda-feira (13). “Já atuamos, há algum tempo, capacitando servidores do GDF sobre licitação, gestão de contratos e outros temas. Agora, vamos fazer também cursos sobre fiscalização do orçamento público e controle social para cidadãos em geral”, disse Rainha. 


A análise das contas do Governo de Brasília foi bastante debatida, já que existe possibilidade da prática de pedaladas fiscais, que atingiram a presidente Dilma Rousseff, ter sido feita também pelo GDF. O presidente da Corte explicou aos blogueiros a forma criteriosa que a fiscalização é feita. “Nós recebemos os documentos e cada informação registrada é checada e analisada pelo nosso corpo técnico. Temos trabalhado muito no sentido de unir esforços com outros órgãos de controle para aprimorar essa fiscalização”, detalhou. 


As auditorias na área de saúde também foram tema da conversa com os blogueiros. O presidente Renato Rainha falou sobre as investigações mais recentes, como a de órteses, próteses e materiais especiais; sobre os leitos de UTI; e problemas causados pela má gestão dos recursos na área. “Nunca vi uma auditoria daqui concluir que falta dinheiro para a saúde. Essa área não é para amadores. O que pode resolver vários problemas é profissionalizar a gestão, no sentido de colocar o comando nas mãos de pessoas qualificadas, especializadas em gestão nesse setor, que tem muitas peculiaridades”, ponderou. 


Ao final do encontro, o Diretor-Presidente da ABBP, Fred Lima, agradeceu a disponibilidade do Presidente do TCDF em receber a Associação e fez uma avaliação da reunião. “Foi bastante proveitosa. Tivemos uma aula de orçamento público e de como é o papel do TCDF na fiscalização e na análise de contas do governo”, concluiu. 


Fonte: Portal ABBP (com informações do TCDF)

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Iluminação e asfalto novo para os moradores do Riacho Fundo II



Desde segunda-feira (06/06), teve início o recapeamento asfáltico do Caub I. São mais de 10 anos que a comunidade do Caub I anseia por um asfalto novo. O Governo de Brasília, através da Administração Regional do Riacho Fundo II, destinou para as regiões do Caub I e II essas benfeitorias.
Na manhã desta quarta-feira (8), o administrador Vicemar Medeiros juntamente com o deputado Julio Cesar (PRB-DF) acompanharam a revitalização do asfalto no Caub I. A obra continuará no Caub II, o que era uma reivindicação antiga também da população.
 O administrador do Riacho Fundo II, Vicemar Medeiros, destaca que essa obra é muito importante para a região. “ Além de atender as requisições da Administração na Sua Quadra, esse asfalto vem colaborar para um melhor acesso a DF 001 e o escoamento da produção rural. Após a conclusão dessa obra no Caub I, levaremos também para o Caub II. Agradecemos ao Governador Rodrigo Rollemberg e a Novacap por esta ação em nossa cidade", concluiu o Administrador Regional Vicemar Medeiros.
Após a visita no Caub I,  eles seguiram para as QN 32,33 e 34 aonde será colocada a iluminação com a emenda parlamentar do deputado Julio Cesar.
A moradora Priscila agradeceu o motivo da visita do administrador Vicemar e do deputado Júlio que se comprometeram em regularizar a iluminação nas quadras. "É uma boa notícia para nós moradores. Estou muito feliz e agradecida", disse.
As obras já têm data começam dia 13 de junho deste ano.

terça-feira, 7 de junho de 2016

Projeto social usa capoeira para melhorar qualidade de vida

 
As tardes de quartas-feiras, no salão da Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, do Riacho Fundo II, são tomadas pelo som das palmas e do berimbau. Nesses dias, a comunidade “troca” o sedentarismo pelo gingado da capoterapia, uma técnica alternativa que adapta capoeira para pessoas sem o hábito de praticar atividades físicas e esportivas. Além de proporcionar melhor qualidade de vida e mais saúde, a terapia traz como benefícios uma maior convivência social, principalmente entre os idosos, a maioria dos participantes.
 
As aulas de capoterapia, sempre a partir das 16h30, passaram a ser oferecidas como projeto social para a comunidade do Riacho Fundo II. Atendendo a pedido da Administração Regional, a Paróquia cede o espaço e a própria administração oferece lanches aos praticantes. Aberta gratuitamente à participação dos moradores da Região Administrativa, as sessões contam hoje com uma média de 35 participantes.
 
O administrador do Riacho Fundo II, Vicemar Medeiros, acredita que a técnica traz para os moradores da cidade um bom convívio entre amigos. "Eu sou um amante e praticante da capoterapia, por isso, posso afirmar que a interação com a comunidade é algo muito positivo. Além disso, proporciona saúde para o nosso corpo e mente", destacou.
 
Mas o objetivo da Administração Regional é atrair um maior número de praticantes para a capoterapia. Segundo a Gerente de Políticas Sociais da Administração do Riacho Fundo II, Dagma Marcelina, este projeto social tem o objetivo de levar o sorriso e a alegria para aquelas pessoas que não tinham mais autoestima. "A dança e as novas amizades resgatam a esperança de viver. Por isso, queremos que cada vez mais moradores do Riacho Fundo II se interessem e participem de nossa promoção", disse.
 
SERVIÇO:
Aulas de Capoterapia
Local: Paróquia da Nossa Senhora da Medalha Milagrosa - QN 11 cj. 3 Lts. 1-6
Quando: Toda quarta-feira, às 16h30
Inscrições gratuitas
 

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Presidente da Câmara Legislativa recebe Blogueiros de Política do DF e Entorno

fotos
Anúncio de novidades que atendem reivindicações antigas animam blogueiros 
Por Kleber Karpov
Na tarde de quarta-feira (1º/Jun), a presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), deputada Celina Leão (PPS), recebeu cerca de 30 blogueiros da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP). Durante o encontro, a parlamentar falou da importância dos blogs e de ações voltadas ao acolhimento desses profissionais naquela Casa.  Também participaram do encontro a deputada distrital, Telma Rufino (sem partido) e o administrador de Sobradinho II, Estevão Reis.
Na abertura, Celina Leão lembrou a perseguição sofrida durante a gestão do ex-governador, Agnelo Queiroz (PT), quando os blogs tornaram-se um meio de divulgação das ações no mandato para a sociedade. “Vocês têm conseguido alcançar as casas, o Facebook das pessoas, para divulgar o trabalho que a Câmara Legislativa faz”, afirmou.


Presidente da ABBP fala sobre abrangência dos Blogs – Foto: Ascom Celina Leão


O presidente da ABBP, Fred Lima, lembrou o trabalho realizado pelos blogueiros da Associação e a abrangência da cobertura, que vai da política geral a outras editorias, como segurança pública, saúde, economia, habitação, e até o entorno do DF.
Sala de imprensa
A deputada anunciou que a CLDF pretende fazer uma reforma na área atualmente destinada à imprensa, no plenário. Segundo Celina, será disponibilizada uma sala para acolher os blogueiros, o Comitê de Imprensa “Professor Chico”, em homenagem ao idealizador da ABBP, o jornalista e cientista político, Francisco de Paula, que faleceu vítima de câncer em março deste ano. De acordo com a parlamentar, também haverá uma sala destinada à mídia televisiva e radiofônica do DF.
A grande mídia terá seu espaço na Câmara, mas isso não permite também que a gente feche os olhos para a mídia digital, e a gente não fechou os olhos de jeito nenhum, mesmo recebendo até pressão para que fechasse, para que não tivesse um apoio nesse sentido.”
O Diretor Secretário da ABBP, Toni Duarte, lembrou a importância do reconhecimento por parte da CLDF em disponibilizar um Comitê, e agradeceu os informes, que devem dar dinamismo ao processo de produção de notícias relativas à Câmara.
“Está na hora dessa Câmara Legislativa, que é a única do país que não tem um comitê de imprensa, nos permitir ter esse espaço, o nosso comitê de Imprensa digital, que agora vamos ter. Isso é importante. Esse é o canal entre o parlamento e a sociedade, que se precisa ter.”
Não é uma prestação de serviço, é uma extensão de educação, então nós vamos ter alunos, professores. Por isso, talvez, nós vamos baratear muito o custo que estava previsto na TV Distrital”.
Celina lembrou ainda que com a migração do sinal analógico para digital, a TV Distrital será transmitida também em TV aberta no canal 61.1. Porém, segundo ela, a Rádio da Câmara deve ser implantada somente em 2017. Isso porque em agosto deve haver a migração de faixas de Amplitude Modulada (AM) para Frequência Modulada (FM), das rádios em todo o país.
O Diretor de Relações Institucionais da ABBP, Kleber Karpov, reiterou o pedido de reuniões anteriores, relativas à implantação da TV da CLDF, para que se conceda espaço para a ABBP produzir um programa de entrevistas ou debate com os parlamentares da Casa e personalidades da política do DF.
Representatividade
Celina Leão afirmou ser importante esse tipo de participação e lembrou a importância da representatividade institucional da ABBP, que possibilita estabelecer esse tipo de parceria, e lembrou convênios a serem firmados com o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) e o Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT).
“É importante vocês estarem organizados em associação como vocês estão, porque vocês sabem quem faz um trabalho sério no mercado e quem não faz, e nós respeitamos as instituições aqui”.
Estacionamento
Questionada pela recém-associada à ABBP, a blogueira Malu Silva, em relação ao acesso às vagas na garagem, Celina Leão informou que deve disponibilizar aos blogueiros 30% das vagas com destinação à imprensa. Celina informou ainda, que após a criação do Comitê Digital Professor Chico, a CLDF deve disponibilizar um servidor efetivo para dar suporte aos profissionais de imprensa, para resolver questões pontuais, como, por exemplo, a dos estacionamentos.
Credenciamento
Toni Duarte e a Diretora Administrativa da ABBP, Ana Paula Neves, se queixaram da dificuldade de trânsito dentro das dependências da CLDF, e para se dirigir a um gabinete de um deputado, por falta de credencial.
Celina Leão informou que o servidor da CLDF designado para cuidar do Comitê Digital Professor Chico, providenciará o credenciamento dos blogueiros, e que quem estiver credenciado poderá ter acesso livre acesso à Casa. “O lugar mais restrito dessa Casa é o plenário. Se você pode ir no plenário, você pode ir em qualquer lugar aqui nessa casa”.
A Deputada também solicitou ao responsável pelo Copol, setor que coordena a segurança na Câmara, que libere o acesso aos blogueiros credenciados.
Telma Rufino
A deputada Telma Rufino lembrou os dias difíceis por que passou em 2015, agradeceu aos blogs pela ampla cobertura, e se colocou à disposição da ABBP.
Fonte: Portal ABBP

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Artesãs do Riacho Fundo II expõe seus trabalhos na CLDF



A Administração Regional do Riacho Fundo II busca incentivar a divulgação do trabalho das Associação das Artesãs do Riacho Fundo II, como forma de promover o artesanato produzido localmente. Uma das ações foi o apoio para a exposição realizada no Auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal onde elas expuseram as peças produzidas a partir de tecidos reciclados.
 
O administrador Vicemar Medeiros afirmou que o Riacho Fundo II conta com grandes talentos ainda desconhecidos. “As artesãs podem contar com o nosso apoio e valorização porque elas representam a nossa comunidade”, enfatizou.
 
De acordo com a gerente de Políticas Sociais da Administração, Dagma Marcelina o objetivo é ajudar na divulgação das peças produzidas pelas artesãs do Riacho Fundo II. “Pudemos levar um sorriso e alegrar essas senhoras com a valorização de suas exposições”, explicou.
 
A presidente da Associação das Artesãs do Riacho Fundo II, Edinair Amorim, destacou que a exposição trouxe diversas encomendas para as artesãs. “Além de ajudar a divulgar o que produzimos, esse espaço é muito importante para mostrar o nosso talento na reciclagem de tecidos, crochês, tapetes em retalhos, panos de prato, flores em EVA, flores em tecidos, roupinhas para bonecas e cachorros”, contou.

Últimas